Você está em Biografias

Lavoisier

Antoine Laurent de Lavoisier, nascido na França em 26 de agosto de 1743, grande cientista, recebeu educação esmerada. Era filho de família rica. Formou-se em Direito, mas sua vocação era para as Ciências. Trabalhou em vários órgãos públicos. Foi membro da Academia de Ciências da França e é considerado um dos fundadores da Química Moderna.

Em 1771, casou-se com a jovem aristocrata Marie-Anne Pierrette Paulze. Foi ela quem traduziu algumas de suas obras. Fez ilustrações de seus principais experimentos.

Lavoisier descobriu a composição da água: oxigênio e hidrogênio. Determinou ainda, a composição de um determinado volume de ar: 78% nitrogênio, 21% oxigênio, 0,9% gás argônio, 0,03% gás carbônico e 0,07% outros gases. É dele a famosa frase sobre a lei da conservação da massa ou conservação da matéria:

"Na natureza, nada se perde, nada se cria, a matéria apenas se transforma."

Era ligado à política, ao regime político anterior. Tinha ideias iluministas. Esteve à frente da Fazenda Geral da França. Devido aos impostos que este órgão cobrava, tornou-se odiado pelos revoltosos da Revolução Francesa. Lavosier foi então, condenado à guilhotina em 8 de maio de 1794, aos 50 anos. De sua morte foi dito:

"Bastou um momento para cortar a cabeça que talvez um século não produza outra igual."

Como referenciar: "Lavoisier" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 16/07/2018 às 23:01. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/biografias/lavoisier/