Ensino Fundamental
   Ar
   Água
   Meio Ambiente
   Unidade de Medida
   Matéria e Energia
   Ligações Químicas
   Misturas
   Reações Químicas
   Quím. Inorgânica
   Radioatividade
  Mais [+]
 Ensino Médio
   Química Geral
   Modelos Atômicos
   Tabela Periódica
   Ligação Química
   Reações Químicas
   Estequiometria
   Soluções
   Termoquímica
   Cinética Química
   Isomeria
   Reações Orgânicas
  Mais [+]
 História da Química
 Biografias

 Laifis de Química
 Área dos Professores
 Fórmulas e dicas
 Dicionário de Química
 Vídeos

 Jogos On-line
 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Química no cotidiano
 Curiosidades
 O que o Químico faz?
 Indicação de livros
 Fale conosco

 
Busca Geral

 

DOENÇAS

A água dos rios, lagos e mares pode ser contaminada por vários microorganismos (vermes, bactérias, protozoários), ovos e larvas de animais que causam doenças e pode estar poluída por substâncias tóxicas (cádmio e mercúrio, por exemplo). Geralmente, isto é causado pelos esgotos das cidades.
A transmissão de doenças pode ser feita através da ingestão de água contaminada ou poluída e também na utilização dessa água. Se lavarmos as frutas e os legumes com água inadequada, também corremos risco de contaminação.
Devemos cuidar para que certos insetos não se reproduzam na água, causando doenças:
- não juntar água em pneus velhos, vãos, latas, garrafas;
- evitar a formação de poças de água nos quintais;
- manter a água das piscinas limpa e com cloro;
- colocar areia nos pratos dos vasos;
- vedar caixas d água

 

Doenças Causadas Através da Água

Algumas doenças estão relacionadas com a perda de água no organismo como a desidratação. Outras estão relacionadas com a contaminação da água como a cólera, disenteria, esquistossomose, malária, dengue e febre amarela.

 

Desidratação

É quando nosso organismo perde água e sais minerais em quantidades que prejudica as funções vitais do corpo humano. A reposição é feita através do soro. O soro caseiro pode ser feito em casa mesmo:

Soro caseiro:

- 1 colher de açúcar
- 1 pitada de sal de cozinha
- 1 copo de água fervida ou filtrada

 

Cólera

Originária da Ásia, mais precisamente da Índia e de Bangladesh, a cólera se espalhou para outros continentes a partir de 1817. Chegou ao Brasil no ano de 1885, invadindo os estados do Amazonas, Bahia, Pará e Rio de Janeiro. Em 1893 a doença chegou a São Paulo, alastrando-se tanto na capital quanto no interior do estado. No entanto, no final do século XIX, o governo brasileiro declarava a doença erradicava de todo o país. Cerca de um século depois, em abril de 1991, a cólera chegou novamente ao Brasil. Vindo o Peru, fez sua primeira vítima na cidade de Tabatinga, Amazonas.
A cólera é uma doença infecciosa que ataca o intestino dos seres humanos. A bactéria que a provoca foi descoberta por Robert Koch em 1884 e, posteriormente, recebeu o nome de Vibrio cholerae. Ao infectar o intestino humano, essa bactéria faz com que o organismo elimine uma grande quantidade de água e sais minerais, acarretando séria desidratação.
A bactéria da cólera pode ficar incubada de um a quatro dias. Quando a doença se manifesta, apresenta os seguintes sintomas: náuseas e vômitos; cólicas abdominais; diarréia abundante, esbranquiçada como água de arroz, determinando a perda de até um litro de água por hora; cãibras.
A cólera é transmitida principalmente pela água e por alimentos contaminados. É conhecida como a doença das “mãos sujas”. Quanto o vibrião é ingerido, instala-se no intestino do homem.
Esta bactéria libera uma substância tóxica, que altera o funcionamento normal das células intestinais. Surgem, então, a diarréia e o vômitos. Os casos de cólera podem ser fatais, se o diagnóstico não for rápido e o doente não receber tratamento correto. O tratamento deve ser feito com acompanhamento médico, usando-se antibióticos para combater a infecção e medicamentos para combater a diarréia e prevenir a desidratação.
A prevenção da cólera pode ser feita através de vacina e principalmente através de medidas de higiene e saneamento básico. A vacinação é de responsabilidade do governo. No caso da cólera, não há garantia de que todas as pessoas vacinadas fiquem imunes à doença. Estima-se que a vacina existente tenha um grau de eficácia inferior a 50%.
Cuidados necessários para evitar a cólera:
- ingerir somente água clorada, ou fervida e filtrada;
- proteger os alimentos, cobrindo inclusive os que já foram cozidos;
- evitar comer alimentos de preparados em lugares de higiene duvidosa;
- ferver sempre o leite;
- evitar comer frutas e verduras cruas em locais onde possa existir a cólera;
- peixes e frutos do mar devem ser bem cozidos
O vibrião colérico resiste mais em baixa temperatura. Observe a tabela a seguir:

Temperatura

Tempo de Vida (em dias)

Água doce a 10ºC

de 10 a 19

Água doce a 25ºC

7 dias

Água doce a 35ºC

4 dias

Água do mar a 10ºC

até 26 dias

Água do mar a 25ºC

9 dias

Água do mar a 35ºC

3 dias

Esgoto a 10ºC

12 dias

Esgoto a 25ºC

12 dias

Esgoto a 35ºC

2 dias

 

 

  

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

 

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2014 SóQ. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.