Radioatividade (continuação)

Decaimento e meia-vida

Radioatividade - É a propriedade que os núcleos atômicos instáveis possuem de emitir partículas e radiações eletromagnéticas para se transformarem em núcleos mais estáveis.

Para este fenômeno, damos o nome de reação de desintegração radioativa, reação de transmutação ou reação de decaimento. A reação só acaba com a formação de átomos estáveis. Exemplos:

U -238 sofre decaimento até se transformar em Pb-206.

O tempo que os elementos radioativos levam para ficarem estáveis varia muito.

Meia-Vida – É o tempo necessário para a metade dos isótopos de uma amostra se desintegrar.

Um conjunto de átomos radioativos pode estar se desintegrando neste instante. Outro átomo pode se desintegrar daqui há uma hora. Outro, pode desintegrar daqui há três meses. O U-235 é o elemento com meia-vida mais longa. Tem cerca de 7,04.108 anos.

Exemplo de um gráfico de Meia-vida: Atividade x Tempo


Exemplo de decaimento do bismuto- 210

Efeitos da radioatividade nos organismos

Os efeitos da radioatividade no ser humano dependem da quantidade acumulada no organismo e do tipo de radiação. A radioatividade é inofensiva para a vida humana em pequenas doses, mas, se a dose for excessiva, pode provocar lesões no sistema nervoso, no aparelho gastrointestinal, na medula óssea, etc.

Muitas vezes pode levar à morte (em poucos dias ou num espaço de dez a quarenta anos, através de leucemia ou outro tipo de câncer).

Estar em contato com a radiação é algo sutil e impossível de ser percebido imediatamente, já que no momento do impacto não ocorre dor ou lesão visível. A radiação ataca as células do corpo, fazendo com que os átomos que compõem as células sofram alterações em sua estrutura.

As ligações químicas podem ser alteradas, afetando o funcionamento das células. Isso provoca, com o tempo, consequências biológicas no funcionamento do organismo como um todo; algumas consequências podem ser percebidas a curto prazo, outras a longo prazo. Às vezes, vão apresentar problemas somente os descendentes (filhos, netos) da pessoa que sofreu alguma alteração genética induzida pela radioatividade.

Como referenciar: "Decaimento, meia-vida, Efeitos da radioatividade" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 19/11/2019 às 10:26. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/conteudos/ef/radioatividade/p2.php