Ácido carboxílico

Os ácidos carboxílicos são compostos orgânicos que apresentam um ou mais grupos – COOH – ligados à cadeia de carbonos.

Este grupo chama-se carboxila (carbonila + hidroxila).

Text Box:                                    O                                     //  Grupo Funcional    – C            ou simplesmente  – COOH –                                      \                                       OH

Veja alguns ácidos carboxílicos:

Text Box: CH3 – COOH              CH3 – CH2 – COOHVer imagem em tamanho grande

Utilidade

Os ácidos carboxílicos estão muito presentes no nosso cotidiano. O ácido mais simples é o que contém apenas um carbono, o ácido metanoico ou ácido fórmico. Recebeu este nome (fórmico) porque vem da picada de formigas e de abelhas.

       Ver imagem em tamanho grande

Este ácido é um líquido incolor, solúvel em água, com odor apimentado, forte e irritante. O contato com a pele pode causar bolhas parecidas com as causadas  por queimaduras, coceira e inchaço.

O ácido metanoico pode ser usado no tingimento de lã, curtimento de peles de animais, como conservante de sucos de frutas e na produção de desinfetante.

O ácido etanoico é o ácido carboxílico mais conhecido. Também conhecido como ácido acético, é o reponsável pelo cheiro e gosto azedo do vinagre. A palavra acetum significa azedo, vinagre. A origem do ácido etanoico é desde a Antiguidade, a partir de vinhos azedos.

No vinagre, que é usado para temperar saladas, é usado apenas 5% de ácido etanoico e o restante de água.

  

O ácido etanoico é um líquido incolor, de cheiro penetrante, sabor azedo e solúvel em água, éter e álcool.

Comercialmente, é vendido como ácido acético glacial porque ele tem a propriedade de congelar a 16,7°C, ficando com aspecto de gelo.

É usado na alimentação e na produção de alguns compostos orgânicos, como plásticos, ésteres, acetatos de celulose e acetatos inorgânicos. A reação que forma o ácido etanoico é a seguinte:

Text Box:                                                                              O                                                                              //    H3C – C           +     H2O                                                                              \                                                                              OH

Um dos componentes da uva e também do vinho é o ácido 2,3-hidróxi-butanoico ou ácido tartárico. Foi descoberto pelo químico Louis Pasteur, em 1848.

É usado também em efervescentes, como os sais de frutas.

Outro ácido que pode ser encontrado em algumas frutas é o ácido ascórbico. É conhecido como vitamina C. Podemos encontrar este ácido nas frutas cítricas, como a laranja, tangerina, limão, acerola, kiwi, ameixa e tomate.

        

  

Como referenciar: "Ácido carboxílico" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 11/08/2020 às 19:46. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/conteudos/em/funcoesorganicas/p19.php

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor