Pontes de hidrogênio

Esta interação intermolecular pode ser chamada também de ligações de hidrogênio.

É realizada sempre entre o hidrogênio e um átomo mais eletronegativo, como flúor, oxigênio e nitrogênio.

É característico em moléculas polares. Podem ser encontradas no estado sólido e liquido.

É a ligação mais forte de todas, devido à alta eletropositividade do hidrogênio e à alta eletronegatividade do flúor, oxigênio e nitrogênio.

De um lado, um átomo muito positivo e, do outro, um átomo muito negativo. Isto faz com que a atração entre estes átomos seja muito forte. Por isso, em geral são sólidos ou líquidos. Exemplos:

H2O, HF, NH3

Uma consequência das pontes de hidrogênio que existem na água é a sua elevada tensão superficial. As moléculas que estão no interior do líquido atraem e são atraídas por todas as moléculas vizinhas, de tal modo que as essas forças se equilibram.

Já as moléculas da superfície só são atraídas pelas moléculas de baixo e dos lados. Consequentemente, essas moléculas se atraem mais fortemente e criam uma película parecida com uma película elástica na superfície da água.

Este fenômeno ocorre com todos os líquidos, mas com a água acontece mais intensamente.

A tensão superficial explica alguns fenômenos, como por exemplo o fato de alguns insetos caminharem sobre a água, e a forma esférica das gotas de água.

  

Como referenciar: "Pontes de hidrogênio" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 10/07/2020 às 21:48. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/conteudos/em/ligacoesquimicas/p5_2.php

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor