Reações de substituição

As reações de substituição são aquelas onde um átomo ou um grupo de átomos de uma molécula orgânica é substituído por outro átomo ou grupo de átomos.

As principais reações de substituição são:

- halogenação
- nitração
- sulfonação

Halogenação

Os halogênios utilizados nas reações de substituição devem ser o cloro (Cl) e o Bromo (Br).

Reações com flúor (F) são muito perigosas devido à alta reatividade deste elemento e com iodo (I) as reações tornam-se muito lentas.

Os alcanos podem ser transformados em haletos de alquila.

Exemplos:

A partir do metano, realizando sucessivas halogenações (excesso de halogênios) catalisadas por luz e calor, podemos obter:

Esta reação pode ser chamada de reação em cadeia.

O clorofórmio era muito utilizado como anestésico em cirurgias. Atualmente, aboliu-se seu uso por ser muito tóxico e perigoso para a saúde, podendo causar sérios danos ao fígado.

A ordem de facilidade com que o hidrogênio "sai" do hidrocarboneto é:

CTERCIÁRIO > CSECUNDÁRIO > CPRIMÁRIO

Nitração

A reação de nitração é aquela onde reagimos um hidrocarboneto com ácido nítrico (HNO3).

Exemplo:

Sulfonação

A reação de sulfonação é aquela onde reagimos um hidrocarboneto com ácido sulfúrico (H2SO4).

Exemplo:

  

Como referenciar: "Reações de substituição" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 05/07/2020 às 04:37. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/conteudos/em/reacoesorganicas/p3.php

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor