Você está em Diversos > História da Química

História da Química

Início

O princípio da Química começa, segundo antropólogos, com o princípio do homem na Terra. A descoberta do fogo teve uma grande importância. Desta maneira, o homem já conseguia cozinhar seus alimentos e obtinha uma fonte de luz para aquecer e se proteger dos animais selvagens.

A cozinha foi então o primeiro laboratório de Química, já que nela eram conservados os alimentos através do cozimento.

Foi na cozinha que os chineses descobriram a pólvora negra, durante o século X, na Dinastia Han. A descoberta foi feita por acidente, já que os alquimistas da época tentavam encontrar o elixir da longa vida.

Elementos

Para o filósofo grego Aristóteles (384a.C. – 322a.C.), as substâncias eram formadas por quatro elementos: terra, fogo, água e ar. Mas ao mesmo tempo, acreditava na existência de uma partícula fundamental, o átomo.

Desde a Antiguidade, alguns elementos já eram conhecidos pelo homem, como o carbono, ferro, enxofre, ouro, prata, cobre, mercúrio, estanho.

    
Alguns metais conhecidos desde a antiguidade: ouro, mercúrio e ferro

Mais tarde foram descobertos os elementos: arsênio, antimônio, bismuto, zinco, cobalto e fósforo.

A partir do século XVI, foram descobertos a platina, zinco, níquel, nitrogênio, flúor e hidrogênio. Em 1771, Joseph Priestley isolou o oxigênio pela primeira vez. Na mesma época foram descobertos cloro, manganês, molibdênio, telúrio e tunsgtênio.

Mais tarde, descobriram o urânio, zircônio, estrôncio, titânio, crômio. Por volta de 1800, foram descobertos o cério, ródio, paládio, ósmio, irídio e magnésio.


Fitas de magnésio

Como referenciar: "História da Química" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 20/06/2019 às 04:07. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/conteudos/historiadaquimica/