Você está em Diversos > Química no cotidiano

Química no cotidiano

Terpenos

Os terpenos são compostos de cadeia aberta ou cíclica. Em geral são oxigenados, como os aldeídos, os álcoois e as cetonas.

São encontrados nos organismos vivos. Suas moléculas são grandes e complexas, podendo ter 10, 15, 20, 30 ou 40 carbonos.

As suas utilidades no cotidiano são nas indústrias de perfumes, cosméticos, gomas de mascar, detergentes, medicamentos, ração animal, creme dental e outros.

Um dos terpenos é extraído da árvore canforeira. É utilizado em talcos com a função de antipruriginoso, para aliviar a coceira. O terpeno também é encontrado na casca da laranja.

Em drops, é encontrado o terpeno citronelal, que é obtido a partir do óleo de eucalipto.

Nas gomas de mascar, o mentol é extraído das folhas de mentol. Este mesmo terpeno também é muito usado em balas, refrescantes bucais, talcos e loções.

Outro terpeno é o aldeído fenólico vanilina, que é o ingrediente que proporciona o aroma de baunilha nos sorvetes. É usado também como aromatizante de alimentos.

Os terpenos mirceno e carvona substituem os condimentos usados na culinária em alimentos enlatados ou em conserva.

O linalol e a ionona são terpenos usados em loções para o corpo, sabonetes e colônias. Tem a fragrância floral de um álcool e uma cetona. São obtidos das flores da alfazema e violeta.

Outro terpeno é encontrado em vegetais amarelos, alaranjados e vermelhos. Chamamos estes terpenos de carotenoides.

O licopeno é uma molécula do hidrocarboneto responsável pela cor vermelha do tomate e do pimentão.

        

O caroteno é o terpeno que caracteriza a cor da cenoura.

Como referenciar: "Terpenos - Química no cotidiano" em SóQ. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 15/07/2020 às 01:09. Disponível na Internet em http://www.soq.com.br/cotidiano/terpenos/

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor